4 Perguntas para Você Conviver Melhor com os Outros na Quarentena

Atualizado: Mar 16



É fácil se irritar e se isolar dos outros. Adotar postura de vítima e achar que fizeram de propósito para nos machucar. O convite é liderarmos com intenção positiva. Esperar o melhor do outro, responder com sensatez, não apenas reagir. Mais do que nunca, precisamos ser intencionais na construção de relacionamentos mais saudáveis e fortes, focando no que nos une ao invés de focar no que nos separa.


Uma boa convivência requer diálogo, respeito e um olhar apreciativo para a individualidade da outra pessoa.


"Ninguém é esquisito. Todo mundo é talentoso!" -Calebe Luo

Talentos são filtros que usamos para interpretar a realidade. Cada pessoa possui uma combinação única de talentos, e muitas vezes desentendimentos ocorrem por não compreendermos porque a outra pessoa faz o que faz. Conhecer os talentos dela nos ajuda a reconhecer e valorizar sua forma única de ser.


Mesmo assim, não há resposta pronta. É necessário escutarmos uns aos outros, para podermos combinar o jogo.



As 4 perguntas que nos ajudam a conviver melhor:


  1. Em que circunstâncias você traz o seu melhor?

  2. Em que circunstâncias você traz o seu pior?

  3. Do que você precisa de mim para ser bem sucedido?

  4. Posso contar com você para fazer o quê?


Imagine ter mais clareza sobre o que te irrita e o que irrita seus familiares, ou mesmo seu gestor, colega ou subordinado. Quantos atritos, brigas e desgaste emocional poderíamos evitar!


Imagine agora saber o que a outra pessoa precisa para dar o seu melhor. Veja só a oportunidade de cada um contribuir positivamente. Num momento de crise, que força essa união pode trazer!


As perguntas se aplicam tanto para relacionamentos profissionais quanto pessoais, de duplas a equipes. Ela podem ser feitas sem a necessidade da pessoa ter respondido o assessment CliftonStrengths, Tendo o perfil, o exercício fica muito mais fácil e assertivo.


Quanto melhor pudermos entender como nossos talentos influenciam nossos sentimentos, escolhas e ações, mais preparados estaremos para oferecer o que temos de melhor uns para os outros.

Cada pessoa reflete em silêncio nas respostas e as escreve nesse formato:

  1. Você tem o melhor de mim quando...

  2. Você tem o pior de mim quando...

  3. Você pode contar comigo para...

  4. O que eu preciso de você... .


Depois, a equipe compartilha sobre o primeiro tópico: "Você tem o melhor de mim quando..." Cada pessoa lê o que escreveu e os outros ouvem com atenção e anotam o que entenderam. O(A) líder lê suas respostas por último e pode facilitar: "O que aprendemos sobre os outros? Como saber isso pode nos ajudar a trabalharmos e nos relacionarmos melhor?"


O mesmo se aplica para os demais tópicos. O importante é cada tópico ser abordado individualmente.


Veja um exemplo com meu tema de talento Conexão, meu Top 1:

  1. Você tem o melhor de mim quando... estamos fazendo algo com propósito, algo maior que ajudará e aproximará outras pessoas.

  2. Você tem o pior de mim quando... alguém tenta polarizar a conversa e defender sua posição individual, causando divisão no grupo. Isso me irrita profundamente.

  3. Você pode contar comigo para... estabelecer pontes entre as pessoas, dar coerência para a narrativa, "amarrar as pontas", trazer paz, um senso de continuidade e propósito.

  4. O que eu preciso de você... que você me explique o porquê de sua demanda, que me conte onde quer chegar, o que espera de mim.

O mesmo pode ser feito com cada um dos seus Top 5 Temas de Talento CliftonStrengths. Que mergulho no autoconhecimento! Para saber mais sobre talentos e Pontos Fortes, clique aqui.


Aplico essas 4 perguntas na dinâmica "O Melhor de Nós", para fins de team building. É uma atividade fantástica de coragem e vulnerabilidade, que auxilia a construir a confiança e parceria entre os membros da equipe.


Que você possa conviver de forma mais harmoniosa e produtiva, alavancado seus talentos para o bem de todos!



Sobre o autor:

Calebe Luo (o "Ninja dos Pontos Fortes") é um evangelista ativo e multiplicador do movimento de Pontos Fortes no Brasil desde 2016. Durante uma carreira de sucesso em serviços financeiros, ele descobriu sua paixão por desenvolver pessoas e seguiu este chamado iniciando uma nova carreira fundando o Kenshin Coaching e participando da primeira formação Gallup no Brasil. É trainer, mentor e coach de indivíduos, casais e equipes profissional e eclesiasticamente. Ele é fã Disney, Marvel, mangás e cultura geek.


708 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2021 Kenshin Coaching | São Paulo | Termos de Uso e Serviços | Política de Privacidade e Conteúdo

  • LinkedIn Calebe Luo
  • Facebook Kenshin
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social