5 Princípios para Desenvolver os Pontos Fortes de sua Equipe

Atualizado: Abr 6


Como alavancar os Pontos Fortes de sua Equipe?

Para otimizar Pontos Fortes individuais e coletivos da equipe, não adianta comprar o teste e só fazer uma devolutiva. O perfil Top 5 é o primeiro passo, ajudando pessoas a identificarem seus temas de talento. Sem a valorização e o direcionamento dos talentos, acabamos apenas no exercício teórico de autoconhecimento. É igual propósito, missão ou valores. Ficar no quadro da parede não traz transformação, nem gera resultado.


Mais do que uma ferramenta individual de desenvolvimento, CliftonStrengths se destaca ao otimizar a construção de equipes colaborativas e engajadas, em que cada integrante contribui com o seu melhor.


"Uma equipe baseada em Pontos Fortes é formada por pessoas imperfeitas, mas talentosas, que são valorizadas por seus pontos fortes e que precisam umas das outras para alcançar excelência individual e em equipe." - Gallup

A cultura de Pontos Fortes ajuda pessoas a se expressarem melhor e construirem parcerias poderosas. O gestor tem papel fundamental nesse processo. É necessário ser intencional tanto na esfera individual quanto na coletiva, para que as pessoas sintam-se seguras, confiem na equipe e apliquem seus talentos pelo grupo, sem perder sua individualidade.


Compartilho os 5 princípios da Gallup para que a cultura de Pontos Fortes seja sustentável e efetiva:



1) Temas são neutros



"Herói é a pessoa que arrisca sua vida para ajudar outras pessoas." -Stan Lee

O poder não define se alguém é herói ou vilão, mas sim o uso do poder. Tema de Talento também não é bom nem ruim, depende do uso. Uma líder narcisista pode usar seus talentos de forma brilhante, apenas para seu próprio benefício, às custas da sua equipe. Precisa-se de heróis.


Além disso, não há temas de talento melhores, alguns com mais potencial que outros. Todos têm o mesmo potencial. A chave está em cada pessoa desenvolver os seus talentos dominantes próprios.


Como gestor, entender os 34 temas de talento ajudará você a liderar de forma personalizada e assertiva, pois cada pessoa possui uma combinação única de talentos, potencialidades e necessidades. Incentive o protagonismo na sua equipe. Todos têm talentos.




2) Temas não são rótulos



"Se você julga pessoas, não tem tempo para amá-las." -Madre Teresa de Calcutá

Ninguém possui apenas um tema de talento. Rotular uma pessoa com um tema é uma forma de reduzir e desvalorizar sua complexidade única. A probabilidade de 2 pessoas terem o mesmo perfil Top 5 CliftonStrengths é de 1 em 33 milhões.


Valorize a singularidade de cada integrante da sua equipe e evite rotular. Temos a tendência de gostar mais de quem é parecido conosco e rotular quem é diferente (viés idiossincrático de avaliação). Procure entender melhor sua equipe, conversando e fazendo perguntas que ajudem você a apreciar os diferentes talentos.



3) Lidere com intenção positiva



"Foque nos pontos fortes e gerencie os pontos fracos." -Donald Clifton

Apreciar o que temos, ao invés de lamentar o que não temos. Pensar no que funciona, ao invés de nos fixar no que está errado. Segundo Maika Leibbrandt, consultora senior da Gallup, "liderar com intenção positiva é reconhecer que cada pessoa tem um filtro de percepção diferente e nos prepararmos para aceitar essa interpretação de braços abertos, buscando a melhor das intenções."


E isso precisa acontecer na prática. Antes de sair assumindo verdades, pergunte-se qual a intenção positiva que a outra pessoa tem ao se expressar. Tente focar em seus pontos fortes e pense em como a equipe pode se beneficiar deles.



4) Diferenças são uma vantagem



"Ninguém é esquisito. Todo mundo é talentoso!" - Calebe Luo

Mais do que respeitar, alavanque os talentos diferentes da sua equipe. O esquisito nos afasta, o talento nos atrai. A boa notícia é que a interpretação de "talentoso" ou "esquisito" está sob nosso controle, e reflete a visão do gestor. Se você enxerga as diferenças como uma vantagem, sua equipe se sentirá engajada, empoderada e confiante. Pessoas que usam seus Pontos Fortes todos os dias são 6x mais engajadas e equipes apresentam produtividade 12% maior.


Valorize cada indivíduo, pense no que a pessoa se destaca e como contribui de forma única para a equipe. Ajude-a a descobrir e reconhecer o seu valor, individual e coletivamente.


Lembre-se também de valorizar os temas de talentos raros na equipe. As pessoas com esses talentos podem naturalmente realizar coisas que as demais não conseguem. Sendo minoria, muitas vezes se sentem isoladas, até podem ser motivo de críticas ou bullying. Ajude essas pessoas a expressarem como funcionam esses talentos e como podem beneficiar o time. Peça suas opiniões para uma tomada de decisão mais robusta.



5. Pessoas precisam umas das outras


"Nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo." -John Donne

Pode parecer contraditório, mas focar nos Pontos Fortes não cria uma cultura de arrogantes ou braços-curto, que se acham melhores do que os outros. Todo arrogante é talentoso, mas nem todo talentoso é arrogante.


Pelo contrário, essa cultura estimula o protagonismo e a colaboração. Cada pessoa é excelente em algo, mas fraca em outro, e a excelência de um consegue cobrir a deficiência do outro. As equipes baseadas em pontos fortes são colaborativas e ágeis, pois alavancam o melhor de cada um e as pessoas sabem trabalhar bem juntas.


Falando em ágil, a Gallup identificou 8 fatores para uma dar agilidade à cultura organizacional (em inglês), entre elas colaboração, empoderamento e compartilhamento de conhecimento, que estão alinhadas e podem ser potencializadas através da cultura de Pontos Fortes.



Cultura come a Estratégia no Café-da-manhã



Internalizar esses princípios não é tarefa fácil. Parece bem simples, quando estamos olhando da estratosfera, como conceito. No cotidiano, onde a cultura acontece, é que vemos os valores e princípios se manifestarem na real.


Se você, como líder, compartilha desses princípios, utilizes essas dicas e busque alavancar o melhor das pessoas, como se elas fossem voluntárias. Trabalhe para ganhar a confiança delas. Sem confiança não há engajamento.


"O papel do gestor é desenvolver pessoas através do trabalho, não apenas desenvolver o trabalho através das pessoas."

Com o tempo, você e sua equipe colherão os benefícios do forte engajamento e alta produtividade que a cultura de Pontos Fortes traz:



Desejo sucesso na aplicação dos 5 princípios em sua gestão. Recomendo a leitura do novo livro "It's the Manager", de Jim Clifton, CEO da Gallup, que oferecerá mais insights sobre a liderança do futuro, além de vir com um código CliftonStrengths Top 5 e recursos para desenvolver sua liderança com Pontos Fortes.


Para conhecer mais sobre equipes de alto desempenho e cultura de Pontos Fortes, entre em contato com Calebe Luo, Gallup Certified Strengths Coach e fundador da Kenshin.


Vida longa e próspera!

198 visualizações

© 2020 Kenshin Coaching | São Paulo | Termos de Uso e Serviços | Política de Privacidade e Conteúdo

  • LinkedIn Calebe Luo
  • Facebook Kenshin
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social