A Força e os Pontos Fortes

Atualizado: Jan 24


No episódio VIII - Os Últimos Jedi, conhecemos novos usos da Força e uma releitura sobre os Jedi, os Sith e a própria Força. Vou fazer aqui um paralelo entre a Jornada de Desenvolvimento da Força e a Jornada dos Pontos Fortes. Ambas as jornadas não são processos lineares. São caminhos de possibilidades infinitas.


"A Força é o que dá para um Jedi o seu poder." - Obi Wan Kenobi

Talentos - padrões naturais de pensar, sentir e se comportar - são a fonte de seu potencial e capacidade. Assim como a Força, os talentos precisam ser desenvolvidos e dominados para você desfrutar de todo o seu potencial. E isso requer investimento, especialmente tempo.



Todos possuem Talentos


Luke: O que você sabe sobre a Força?
Rey: É um poder que os Jedi têm que os permite controlar pessoas e... fazer coisas flutuar.
Luke: Incrível. Cada palavra nessa frase estava errada.

Rey acreditava que a Força pertencia aos Jedi, mas Luke esclarece as coisas, e ela aprende que a Força está em todas as coisas. Aqui o paralelo é restrito, talentos não estão em todas as coisas, mas todas as pessoas têm talentos. Não é algo reservado a algumas pessoas especiais. Todos são naturalmente talentosos, e podem desenvolver seus talentos com intenção e propósito.


A Jornada de Pontos Fortes busca alcançar a maturidade e o domínio sobre os seus padrões naturais, trazendo-os à consciência. Os talentos influenciam nossas escolhas, ações e filtram nossa forma de ver o mundo, nos descrevem e explicam porque fazemos algumas coisas melhor do que outras. Isso foi o que a Gallup concluiu com mais de 50 anos de pesquisa em psicologia positiva.


Vou abordar agora os cinco Princípios da Jornada de Pontos Fortes:


1. Temas de Talento são neutros


Luke: Respire, apenas respire. Agora, alcance. O que você vê?
Rey: Luz. Trevas. Um equilíbrio.

A Força é neutra e busca equilíbrio. Arrogantes Jedi geraram o ressurgimento dos Sith. Snoke corrompeu Kylo. Kylo despertou Rey. Os talentos não são bons ou ruins. É o nosso uso deles que os qualifica. Quando os usamos de forma equilibrada, ficamos satisfeitos, produtivos e felizes.


Quando exageramos, perdemos a produtividade, podemos ferir os outros (mesmo sem ter a intenção). Quando não os usamos, não conseguimos desligar os filtros de realidade e sofremos ao ver os problemas e ficarmos inertes, procrastinando.


Valores também guiam os talentos. Uma pessoa com ética questionável pode usar seus talentos para tirar proveito dos outros, e será muito boa nisso. Em contraste, uma pessoa que tenha como valor fazer o bem será muito eficaz ao aplicar seus talentos para o bem comum.


Quando usamos bem os talentos, com produtividade e relacionamentos sadios, dizemos que estão na VARANDA. É o equivalente do lado luminoso da Força.
Já, quando os talentos não estão sendo produtivos, prejudicando o desempenho ou os relacionamentos, dizemos que estão no PORÃO. É o lado sombrio da Força.

E você, conhece seus talentos? Saiba mais como descobrir, clicando aqui.


2. Temas de Talento NÃO são Rótulos


Snoke (para Kylo Ren): Você não é Vader. Você é apenas uma criança numa máscara.

Rótulos podem representar barreiras ao potencial, quer sejam bons ou ruins. Ao tentar imitar Vader, Kylo Ren estava preso a um modelo, seu avô. De sua forma brutal e manipulativa, Snoke conseguiu libertar Kylo, mas isso custou caro, ao não perceber a traição tomar forma bem à sua frente. Luke também viu seu potencial ser frustrado ao carregar o rótulo de Mestre Jedi, salvador do universo e falhar como mentor de Ben Solo.


Ao responder o teste de perfil CliftonStrengths, seus Top5 temas de talento aparecem como resultado. Como há 34 temas no total, e a probabilidade de 2 pessoas terem os mesmos 5 temas na mesma ordem é de 1 em 33 milhões, o teste nos dá uma oportunidade de valorizarmos a singularidade de cada pessoa. Mesmo assim, há pessoas que podem tentar rotular outras com base em um tema específico. Evite isso. Os talentos trabalham em sinergia, e cada um usa seus talentos de forma diferente.


3. Lidere com Intenção Positiva


Rey: Como iremos reconstruir a força rebelde com isso?
Leia: Nós temos tudo o que precisamos.

Leia tornou-se uma líder respeitada, não apenas por sua coragem, mas por inspirar esperança em seus seguidores, liderando positivamente. Ela representa um equilíbrio na Força, e vemos que ela consegue usá-la, afinal é filha de Vader. Na ausência temporária dela, vemos Holdo liderando positivamente, mesmo com pouco combustível, apenas "fugindo", para criar um futuro para a Resistência.


Quando lidamos com os talentos, é importante focarmos no melhor de cada um. Isso não significa que não há espaço para melhoria. Pelo contrário, há sempre como se aperfeiçoar no uso dos talentos. Por isso é uma jornada. Quanto mais nos conhecemos, mais criativos podemos ficar sobre os usos de nossos talentos e pontos fortes. Por isso, investimos mais tempo nas regiões de maior potencial e um tempo menor para gerenciarmos nossos pontos fracos. Ignorar pontos fracos é imprudente, investir tempo demais neles é improdutivo.


4. As diferenças são uma vantagem


Holdo: Ele é um encrenqueiro de verdade.
Leia: Sim, ele é.
Holdo: Gosto dele.
Leia: Eu também.

Por diversas vezes, Poe Dameron gostaria que Leia e Holdo pensassem como ele, e não conseguia entender as ordens que recebia. Sem querer, seu heroísmo imaturo quase o tornou um vilão involuntário. Isso custou uma patente de comando e quase sua prisão. Já elas o entendiam, até por ter uma personalidade semelhante à do Han Solo, e apreciavam seu ímpeto. Leia podia simplesmente expulsá-lo, mas preferiu ensiná-lo a cada missão. Vemos nesse filme como investiram para que Poe Dameron se torne o próximo líder da Resistência. Da mesma forma, lideravam pessoas com diferentes talentos e pontos fortes, buscando libertar o potencial de cada um para a causa Rebelde.


Sobre equipes de alta performance, a cultura de Pontos Fortes estabelece um modelo para que cada um posso dar o melhor de si, do seu jeito. Isso fica claro com a linguagem e as práticas adotadas nessa cultura, que valorizam o ser humano e seu crescimento, com base na psicologia positiva. Uma vez que você entende melhor como funciona e é valorizado por isso, você se sente livre para fazer o mesmo com os outros. Imagine contar com 34 talentos para te ajudar a vencer obstáculos. A unidade na diversidade fará sua equipe vencedora.


Clique aqui para conhecer os 34 temas de talento CliftonStrengths.


5. As pessoas precisam umas das outras


Rey (para Luke): Algo dentro de mim, que sempre esteve aí, agora despertou e eu preciso de ajuda. Preciso de alguém para me mostrar meu lugar em tudo isso.
Yoda fantasma (para Luke): Transmita o que aprendeu. Força, mestria. Mas fraqueza, insensatez, fracasso também. Sim, fracasso acima de tudo. O maior professor, o fracasso é. Luke, nós somos o que eles crescem além. Esse é o verdadeiro fardo de todos os mestres.”

Ninguém vence uma batalha sozinho. Luke, Rey, Leia, Obi Wan, Yoda, todos se desenvolvem e amadurecem o uso da Força com ajuda dos outros, quer seja um mestre, um mentor, colegas, família e amigos.


A Jornada de Pontos Fortes também é algo que você não faz sozinho. Você descobre o equilíbrio no uso dos talentos ao interagir com os outros. Como coach, tenho visto meus clientes terem insights sobre seus talentos em ação nas sessões e workshops que conduzo, mas também ao compartilharem seus Top 5 com familiares, colegas e amigos.


Para workshops, coaching para equipes, ou coaching individual para gestores e líderes, agende um conversa gratuita com Calebe Luo.


Boa jornada!


Sobre o autor:

Calebe Luo (o "Ninja dos Pontos Fortes") é um evangelista ativo e multiplicador do movimento de Pontos Fortes no Brasil desde 2016. Durante uma carreira de sucesso em serviços financeiros, ele descobriu sua paixão por desenvolver pessoas e seguiu este chamado iniciando uma nova carreira fundando o Kenshin Coaching e participando da primeira formação Gallup no Brasil. É trainer, mentor e coach de indivíduos, casais e equipes profissional e eclesiasticamente. Ele é fã Disney, Marvel, mangás e cultura geek.


Esse post é de cunho cultural, para democratizar a cultura de Pontos Fortes CliftonStrengths. Star Wars é uma marca registrada da Disney, Inc. Todos os personagens são de propriedade intelectual da Disney, Inc. Os nomes e descrições dos temas de talentos CliftonStrengths são propriedade da Gallup, Inc.

This post is a cultural piece, created to democratize CliftonStrengths culture. Star Wars is a trademark of Disney, Inc. All characters are intellectual property of Disney, Inc. Names and descriptions of CliftonStrengths talent themes are property of Gallup, Inc.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2021 Kenshin Coaching | São Paulo | Termos de Uso e Serviços | Política de Privacidade e Conteúdo

  • LinkedIn Calebe Luo
  • Facebook Kenshin
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social